Jojo Rabbit (2019) | Review #Oscars2020

30 de janeiro de 2020


Sem Spoilers

Um dos nomeados aos Óscares 2020 na categoria de "Melhor Filme" estreou só agora em Portugal, mais concretamente no dia 30 de Janeiro, e conta com a direção de Taika Waititi e representação de alguns atores como Roman Griffin Davis interpretando Jojo (que inclusive tem recebido vários elogios da crítica), Scarlett Johansson como Rosie (garantindo uma nomeação aos Óscares para "Melhor Atriz Secundária") e Thomasin McKenzie como Elsa.

"Um rapaz do exército de Hitler descobre que a sua mãe está escondendo uma menina judia em sua casa."

Jojo Rabbit é uma mistura de filme de guerra com comédia, o que há primeira vista parece ser algo difícil de se conseguir mas a longa acaba por nos mostrar o contrário. Inicialmente, a parte cómica foca-se muito em Hitler e na maneira descontraída e engraçada com que este interage com Jojo, quase como uma ridicularização do político. Penso que tenha sido daí que surgiram alguns comentários negativos quanto à sátira mas sendo este representado como um amigo imaginário (e ídolo) de uma criança de 10 anos, é normal que seja visto pelo mesmo como uma pessoa divertida e engraçada, como se tratasse realmente de um amigo.

Ainda assim, apesar de pertencer ao exército de Hitler e acreditar em muitos dos seus ideais, Jojo tem também os seus próprios princípios que vai descobrindo com o desenrolar da história, proporcionando-nos cenas comoventes e deixando várias reflexões acerca do nacionalismo cego. Com representações incríveis, tanto por Roman Griffin Davis como por Scarlett Johansson, este filme leva-nos numa experiência emocional onde num momento podemos-nos estar a rir à grande e na cena a seguir já estamos de lágrimas nos olhos.

Pontuação: 8,5/10







2 comentários

  1. Não é muito o meu género de filme, mas tenho muita curiosidade em vê-lo, tenho lido coisas muito boas sobre ele. =)

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar

INSTAGRAM

© LOSING MA MIND. Design by FCD.